quinta-feira, 8 de março de 2012

Impressões gerais - Portugal O'Meeting 2012 (Parte I)

Olá, amigos orientistas.

Como já comentado aqui em nosso blogue, alguns de nossos colegas tiveram o privilégio de conhecer e participar do Portugal O'Meeting 2012 - POM 2012.
Segundo informações disponíveis no sítio oficial do evento, www.pom.pt, o Brasil foi representado por 16 atletas: A. Carlos, Zildilene Alves, Karla B., Janice Prado, Juliano, Miriam e Leandro Pasturiza, Fábio Kuczkoski, Paulo B. Silva, Ronaldo Castelo, Rozana Albuquerque, Ricardo de Souza, Sergio Brito, Dirceu Santos, Elizabeth Santos e José M. Silva.





Portugal é um país belíssimo, e a proximidade histórica com o Brasil é um fator de grande importância nos quesitos acessibilidade, alimentação, simpatia e bem-estar geral. Não tivemos nenhuma dificuldade em viajar pelo país. Pelo contrário, a sensação de estar num país-irmão nos passou grande segurança.
O gasto diário com transportes, alimentação e hospedagem é razoável, mesmo considerando o alto valor do Euro.



O POM, além dos percursos tradicionais em floresta, ofereceu a seus participantes duas etapas especiais: um sprint noturno e um percurso de precisão. Ambos foram realizados no centro histórico de Viseu, cidade sede desta edição do POM.




Pudemos perceber uma enorme preocupação da cidade e dos organizadores com questões relativas à acessibilidade, à inclusão e ao respeito às diferenças. Na prova de Orientação de Precisão, também conhecida por O'Trail, foi possível assistir à participação de vários competidores portadores de necessidades especiais. A Organização do evento tratou, ainda, de entregar uma camiseta alusiva ao evento e à inclusão aos participantes do POM 2012.


O desempenho dos representantes brasileiros pode ser visto no sítio oficial do POM. Além disso, recomendamos a leitura do blog Orientovar, do amigo Joaquim Margarido, o qual dispensou parte da sua atenção para conversar com um de nossos atletas enquanto clicava os orientistas durante uma das provas.
Por falar em amizades, fomos muito bem recebidos e tivemos a oportunidade de comentar aspectos técnicos e impressões sobre a prova diretamente com alguns integrantes da equipe responsável pela organização do POM 2012. Também tivemos a oportunidade de deixar nossas impressões para a imprensa local, e o vídeo, Reportagem do Sprint Nocturno, pode ser assistido clicando aqui.


Em breve publicaremos aqui dois dos mapas apreciados pelos participantes do POM 2012. De antemão, podemos afirmar que a qualidade técnica das cartas, dos percursos traçados e dos locais escolhidos foi excelente.

Nossos representantes enfrentaram baixas temperaturas; mas puderam apreciar belas paisagens, florestas com muitas rochas e uma vegetação de tirar o fôlego. Também conheceram detalhes minuciosos do centro histórico de Viseu à noite, enquanto centenas de orientistas com suas lanternas recortavam a paisagem urbana. E se pudéssemos resumir o que foi o POM 2012 em uma única palavra, talvez a mais adequada seja: aprendizado!



Como diz o ditado, "a primeira impressão é a que fica".
Aos nobres colegas orientistas do Brasil afirmamos, com toda certeza, que vale muito participar de um POM. Estaremos lá em 2013. E vocês?

orientistaemrota